Rádio Trianon 740 AM

Bandidos em motos passam a fazer assaltos em grupo em SP; vídeos mostram roubos em vários bairros da cidade

Casos semelhantes foram registrados no Tremembé, na Zona Norte, e nos bairros Moema, Brooklin, Chácara Inglesa e Itaim Bibi, na Zona Sul da capital.


A Polícia Civil investiga uma onda de assaltos, em diversos bairros da capital, em que os criminosos agem em grupo em diversas motos roubando pedestres nas calçadas e ruas. Na semana passada, uma operação prendeu 8 pessoas suspeitas de cometerem crimes desse tipo nos bairros Moema e Brooklin, na Zona Sul de São Paulo.

Segundo a investigação, os criminosos mudaram a forma de agir para evitar a polícia: eles deixaram de andar em dupla, como piloto e garupa, e passaram a atacar em grupo, cada um em uma moto e sempre armados.

Casos semelhantes foram registrados em outros bairros de outras regiões da cidade. Na rua Manoel Moraes Pontes, no Tremembé, na Zona Norte da capital, imagens de câmeras de segurança de ruas mostram o momento que um casal, em motos diferentes, se aproximam de uma mulher que abre a porta de trás de seu veículos e atacam-na, obrigando-a a entregar uma pochete.

Já na Zona Sul, assaltos com o mesmo procedimento foram registrados nas duas primeiras semanas de março na Chácara Inglesa e no Itaim Bibi. A advogada Larissa Nunes estava em São Paulo a trabalho, quando esperava um carro por aplicativo na Chácara Inglesa, e foi abordada pelos criminosos na calçada. A moto de um deles estava coberta e levaram o celular da vítima. https://3c80630ee7e8fb69561817bf5f37669d.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em outro assalto na Chácara Inglesa, um homem foi abordado por quatro motos quando chegava em casa por volta da meia noite do último sábado. Os motoqueiros levaram a moto da vítima, capacete e até uma mochila.

Já no Itaim Bibi, dois assaltos ocorreram no mesmo dia – dia 2 de março – da mesma forma: os criminosos, armados e em três motos, rendem pessoas que chegavam a prédios à noite. As vítimas são obrigadas a entregarem pertences, como celulares e mochilas.

No dia 11 de março, outro assalto da mesma forma ocorreu no bairro: três ladrões em motos separadas perseguiram uma pessoa, que tentou fugir correndo pela calçada.

Em janeiro de 2022, a Polícia Civil já registrou mais de 11,5 mil roubos na cidade de São Paulo – 890 casos a mais do que em janeiro de 2019, ano anterior à pandemia de Covid-19. Em relação à janeiro de 2021, são 1.084 roubos a mais neste ano.

Ladrões em motos abordam pedestres na Zona Sul

Ladrões em motos abordam pedestres na Zona Sul https://3c80630ee7e8fb69561817bf5f37669d.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Operação

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), na quarta-feira (9), a 2ª Seccional da Polícia Civil fez uma operação para prender suspeitos do roubos e furtos cometidos com motocicletas: 8 pessoas foram presas e houve a apreensão de 5 motos e uma bicicleta usadas nos crimes.

Ao todo, 758 pessoas foram abordadas e 723 veículos, vistoriados durante a operação.

Dupla em moto assalta casal na Zona Sul de SP

Dupla em moto assalta casal na Zona Sul de SP

Fonte: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.