Rádio Trianon 740 AM

Reforços do Santos na era Bustos assumem protagonismo no time

Maicon, Rodrigo Fernández e Jhojan Julio são titulares, enquanto Bryan Angulo e Willian Maranhão têm sido muito utilizados pelo técnico


Bryan Angulo fez um dos gols do Santos em goleada sobre o Cuiabáhttps://0663c90f3b895e2ca6ff8e404518ce5e.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Desde o início de trabalho do técnico Fabián Bustos, cinco reforços chegaram ao Santos e já assumiram protagonismo na equipe: o zagueiro Maicon, os volantes Rodrigo Fernández e Willian Maranhão e os atacantes Jhojan Julio e Bryan Angulo.

Na era do treinador argentino à frente do Peixe, três são titulares absolutos, enquanto outros dois são constantemente relacionados e entram durante as partidas.

ge fez um levantamento sobre o aproveitamento de cada um dos reforços durante o período de Bustos à frente do time. Coincidência ou não, o Santos melhorou de rendimento, briga por classificação na Sul-Americana, é vice-líder do Brasileirão e tenta classificação às oitavas de final da Copa do Brasil nesta quinta, contra o Coritiba, na Vila Belmiro.

Fabián Bustos conversa com elenco do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Fabián Bustos conversa com elenco do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Rodrigo Fernández

Anunciado pelo Santos no fim de março, Rodrigo Fernández esteve em nove de dez jogos possíveis. Só foi poupado do confronto contra a Universidad de Quito, no Equador, pela Copa Sul-Americana.

Além disso, das nove partidas com a camisa do Santos, foi titular em oito, tendo entrado no segundo tempo do duelo contra o Coritiba, pela terceira fase da Copa do Brasil.

É o que mais tem minutos em campo com Bustos. São 732 até o momento. Fernández deu maior segurança ao sistema defensivo do Peixe e ganhou destaque junto à torcida, que já começa a chamar o uruguaio de “pitbull”. Em alguns jogos, tem se arriscado na armação de jogadas e criado oportunidades na frente para o Santos.

Rodrigo Fernández durante treino do Santos  — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Rodrigo Fernández durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Maicon

Assim como Fernández, Maicon tomou conta da posição desde que chegou ao Santos. Atuou em oito partidas, sempre como titular. Perdeu apenas duas partidas no período. O defensor foi poupado contra a Universidad de Quito e foi desfalque contra o Cuiabá, pelo Brasileirão, por um desconforto na coxa esquerda.

Já são 720 minutos em campo com o Peixe. Aos 33 anos, o zagueiro assumiu um papel de liderança dentro e fora dos gramados. Em campo, comanda a defesa santista. Já no vestiário, o jogador costuma a discursar para o restante do elenco, sempre com palavras de ânimo e de incentivo para os companheiros.

Maicon durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Maicon durante treino do Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Jhojan Julio

Jhojan Julio é outro titular absoluto com Fabián Bustos. O equatoriano também jogou oito partidas pelo Santos e anotou um gol. Contra a Universidad de Quito foi, o atacante ficou no banco de reservas e não entrou em campo.

O camisa 8 ainda não caiu nas graças do torcedor santista e passa por um período de adaptação. O jogador tem como uma das principais as características a velocidade e ajuda bastante, também, na marcação. Já atuou por 549 minutos nesta temporada.

Willian Maranhão

Willian Maranhão tem sido muito utilizado por Bustos, principalmente em partidas fora de casa, onde o treinador procura ter um meio de campo com maior poder de marcação. Foi titular em cinco dos oito jogos que disputou. O camisa 5 não saiu do banco de reservas na partida contra o Unión La Calera, pela Copa Sul-Americana, e acabou não sendo relacionado para o duelo contra o Cuiabá, pelo Brasileirão.

Foram 417 minutos com a camisa do Santos. Apesar do pouco tempo no Peixe, Maranhão tem de conviver com rejeição de parte da torcida santista. Já recebeu dois cartões amarelos e está pendurado na Copa Sul-Americana.

Bryan Angulo

Bryan Angulo é um xodó de Fabián Bustos no Santos. O atacante disputou todos os nove jogos possíveis, sendo titular ou reserva.

O tempo em campo é o menor entre todos os reforços. São 390 minutos. Porém, o atacante equatoriano tem auxiliado o Peixe a somar pontos. Na Copa Sul-Americana, marcou o gol da vitória contra a Universidad de Quito por 3 a 2 e o gol santista no empate contra a Unión La Calera por 1 a 1. Além disso, marcou um gol e deu uma assistência na vitória contra o Cuiabá por 4 a 1, pelo Brasileirão.

Jhojan Julio e Angulo no jogo entre Unión La Calera e Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Jhojan Julio e Angulo no jogo entre Unión La Calera e Santos — Foto: Ivan Storti/Santos FC

Fonte: Ge

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.