Abel elogia primeiro tempo do Palmeiras em Minas e garante time de garotos no Paulistão

Treinador desconversa sobre Borré e faz avaliação do Campeonato Brasileiro

O torcedor do Palmeiras que se surpreendeu com a escalação na derrota por 2 a 0 contra o Atlético-MG nesta quinta-feira, em jogo da última rodada do Brasileirão, vai precisar se acostumar com a formação.

Em entrevista coletiva no Mineirão, o técnico Abel Ferreira elogiou o desempenho dos atletas, principalmente na primeira etapa do jogo contra o Galo, e avisou que serão estes jogadores que disputarão o Campeonato Paulista.

– Esta equipe que vocês viram aqui vai ser a que vai disputar o Paulista. São estes jogadores, não temos outros. Depois de acabar este ano, e espero acabar da melhor maneira, com a conquista da Copa, com esforço de todos. Gostei muito da primeira etapa. Com um pouco mais de calma poderíamos chegar no intervalo nós a ganhar – disse o treinador, que também reclamou da não expulsão do goleiro Everson.

Focado na disputa das finais da Copa do Brasil, o Verdão entrou em campo nesta quinta-feira com: Vinicius Silvestre; Breno Lopes, Kuscevic,Renan e Vanderlan; Zé Rafael, Lucas Lima e Gustavo Scarpa; Esteves, Wesley e Gabriel Silva.

Titulares como Weverton, Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Luan, Matías Viña, Felipe Melo, Willian e Luiz Adriano foram preservados e nem viajaram para Belo Horizonte. Patrick de Paula testou positivo para Covid-19, e Gabriel Menino se recupera de uma entorse no tornozelo direito.

O Campeonato Paulista terá início na próxima semana, antes da definição do título da Copa do Brasil. O Verdão tentou adiar o Dérbi contra o Corinthians, marcado para a quarta-feira da semana que vem, mas a FPF rejeitou a alteração.

Questionado sobre a negociação envolvendo o atacante Borré, do River Plate, Abel Ferreira desconversou.

– A mim o que interessa são os jogadores que tenho. São os que me ajudam, que jogam por nós, jogam pelo Palmeiras, são estes que vieram aqui, uma equipe que nunca jogou junta e fez essa primeira parte. Os que estão fora é para diretoria resolver, não é assunto meu. Eu quero que esses jogadores sintam essa vontade e coragem de se desafiarem. Coragem de fazer mais e melhor. Esta seguramente será a equipe que vai disputar o Paulista.

Veja outros trechos da coletiva de Abel Ferreira:

Aspectos positivos do jogo
– Acontecesse o que acontecesse aqui hoje não ia alterar o campeonato. A partir do jogo contra o Flamengo as coisas ficaram definidas as nossas intenções no campeonato. O próprio calendário não ia ajudar, fruto por lutarmos na Copa e na Libertadores. Em função da Libertadores tivemos direito de disputar o Mundial. Sabemos que o calendário ficou apertado. Os jogadores no modo geral tiveram um bom comportamento, gostei dos jogadores da base, que tem jogado menos. Essas são nossas segundas linhas. Se olharmos para a tabela e vermos a quantidade de gols sofridos e marcados podemos tirar uma conclusão do que temos de continuar a fazer e o que temos de melhorar.

Avaliação do Brasileirão
– Já falei sobre isso, dei no último jogo. O Brasil é uma superpotência não só no futebol, mas como país. Eu quando tenho jogadores tento tirar o máximo do rendimento. Acho que estamos a tirar 50% do proveito, ou estamos a deixar 50% por aproveitar. Já dei uma das razões. Quando tem matéria-prima de alta qualidade, estádios com essa categoria, CT’s de grande qualidade, o resto já falei e não vou falar o mesmo. O Brasil é uma potência mundial como país, produção de jogadores de futebol, ,as acho que há muita margem para melhorar, e não é na infraestrutura, não é na qualidade dos jogadores. Mas isso deixo para quem tem de decidir. Em Portugal quando falamos e ninguém faz nada nós costumamos a dizer: “Manda quem pode, obedece quem deve”.

Gabriel Veron e Wesley
– Tivemos muitos adversários ao longo da temporada, por isso que valorizo ainda mais o que este grupo fez como equipe. Não podemos esquecer que na altura que estamos no campeonato e mesmo na Libertadores tivemos jogadores nas seleções, e aqui o campeonato não para, tivemos 16 jogadores com Covid e continuamos em todas as frentes. Usamos todos recursos. Dá parabéns aos jogadores, dos mais novos aos mais experientes. Foi um dos nossos lemas: “todos somos um”. A equipe começou bem a temporada ganhando o Paulista, continuou a dar sequência ao trabalho às vezes com jogos bem jogados e outros menos. Os menos podemos fazer uma debate sobre capacidade física.

Gustavo Gómez x Kannemann
– Nós costumamos dizer, gosto de falar dessa maneira, que meu primeiro avançado é o goleiro, e as primeiras defesas são os atacantes. É a partir dali que começo a defender. Quando as coisas estão bem defensivas é coletivo, quando as coisas estão bem ofensivamente é coletivo. Futebol é jogado por vários jogadores, não e F-1 ou tênis. Não gosto muito de individualizar, mas não poderia deixar de referir A importância Gómez não só pelo o que joga, mas pela liderança dentro do grupo. Fomos até o dia 2 a melhor defesa juntamente com o Internacional, hoje infelizmente sofremos dois gols. É fruto de um trabalho coletivo. Mas como vocês gostam de falar individualmente, é um grande pilar da nossa equipe.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LIVE OFFLINE
track image
Loading...